sábado, 6 de fevereiro de 2010

cara-metade

Post com bolinha ameaçadora no canto superior direito e totalmente baseado em factos verídicos. Se fores menor e estiveres a ler isto, continua, mas não avises os teus pais.


Tinha combinado encontrar-me com duas amigas para um copo ao final da tarde. Uma delas não apareceu, então a outra levou dois amigos dela para compensar a falha. Curiosamente cada um deles tinha uma mota de água e fomos os quatro dar uma voltinha. Cada um deles na sua mota com uma de nós à pendura de cabelos ao vento. Rimos muito, atropelámos 2 golfinhos e 3 garrafas de óleo vazias. Havia pessoas a brincar à beira-mar e fizemos aquela piada que os autocarros me fazem em dias de chuva quando há poças de água na estrada… chuuuuuááááá! Banho para cima deles! Mas um deles não gostou da brincadeira e agarrou numa pedra da calçada que atirou com toda a força na nossa direcção. Desviei-me mas ainda a levei de raspão na bochecha esquerda. Quando chegamos a terra, eles em pânico e disseram-me que eu tinha um valente buraco na cara! Fui a correr para casa onde a minha mãe me tratou a mazela com água oxigenada e tintura de iodo e colocou um penso rápido, enquanto me avisava que tinha convidado 20 pessoas para jantar porque eu não podia continuar a comer daquela maneira, que a primavera estava a começar, e assim sempre conseguia que eu não comesse aquilo tudo sozinha. Lavei a loiça que aquela gente toda sujou, tomei um banho e tirei o penso rápido porque a ferida já estava curada. Neste momento o homem dos meus sonhos liga-me a convidar para jantar em casa dele, aceitei sem lhe dizer que já tinha jantado e senti-me vitoriosa por ter conseguido boicotar o plano maquiavélico da minha mãe. Jantámos e depois enrolámo-nos à bruta pela casa toda. A princípio estava envergonhada, porque não conhecia a família dele, mas afinal são todos uns porreiraços e deixaram-nos à vontade. Nisto…


TI-RI-RI-RI-RIIIIII
Acordo desorientada. Tinha recebido uma mensagem. TMN: “ponha a sua cara-metade a ouvir Mariah Carey quando lhe liga”…
Filhos da mãe! Já é a segunda vez que me mandam esta mensagem esta semana. Se for preciso há por aí muito boa gente com vontade de pôr o seu "mais que tudo" a ouvir esta bardajona e não recebeu esta mensagem. E eu, que não tenho nem cara-metade nem vontade de ouvir a bardajona, já a recebi duas vezes! E com o homem dos meus sonhos estava eu no bem-bom e por muito que tente voltar a dormir e concentrar-me em voltar ao mesmo sonho, vou sonhar que sou um cachalote no meio do oceano! Merda pra isto!
(Caracois-L)

5 comentários:

ba disse...

LOLOLOLOLOLOL...mota d'água???a tua mãe a fazer-te o curativo??TU e a tua cara-metade enrrolados???11Óh god..i died!lolololol

Zoolster disse...

o tipo de post, parece-me familiar :)
mto fixe :)

caracois disse...

Bá: só em sonhos né?... lolol

Zoolster: típico de mentes perturbadas, sonhos psicadélicos (tu és bem pior, eu não tenho devaneios no banho...);)

Zoolster disse...

eu no dia a dia tento ocupar-me com qualquer coisa em vez de deixar a minha mente solta a vaguear por ai, no banho ela solta-se e abusa :)

ba disse...

Plo menos acordaste pra vida...!!