sexta-feira, 23 de outubro de 2009

no metro

Um post só para relatar uma conversa que acabei de ouvir no metro.
A Alzira e a Zulmira sentam-se ao meu lado. Senhoras dos seus 50 e poucos anos, cada uma com o seu belo buço e com umas unhas em tom de vermelho escamado. Ao início pensei que o verniz estalado devia ser de lavar a loiça, mas quando uma delas decidiu palitar os dentes, usando pelo menos 3 unhas, percebi o porquê daquele trabalho artístico de manicure.
Adiante!
Sentam-se ao meu lado e começam a disputar quem tinha a vida mais triste. Sim, porque isso de comparar conquistas e vitórias pessoais é para malta que não tem vida própria. Português que se preze, só se orgulha do que lhe corre mal.

Cá vai então:


Zulmira: Oh filha, isto começou tudo a correr mal desde que o meu marido mudou os medicamentos do cástrol por causa da prósta e deu-lhe o ABC.
Alzira: Ai mulher. Foi aí que ele ficou com a boca ao lado e paradinho da cabeça?
Zulmira: Da cabeça e do resto, que aquilo agora é um mono que dorme na minha cama. Olha até fiquei com uma depressão muito grande, afectou-me toda dos nervos. Andei num psiátra e tudo, vê lá!
Alzira: Oh também já tive assim, quando apanhei a menopausa. Foi na altura que a minha Belinha teve muito doente, tinha um aninho.
Zulmira: O que tinha ela?
Alzira: Nunca nos disseram, escreveram tudo no processo criminal da menina, mas ficou tudo no hospital.
Zulmira: Pois pois… Olha sabes, eu é que agora apanhei uma psórise, que é uma doença muito grave na pele que pode afectar os ossos e o peito, mas já fiz um TACO e um tóráxe, e tou toda limpa por dentro.
Alzira: Graças a Deus!

Metro:
Próxima estação: Rato. Estação terminal.
Eu: (Graças a Deus…).


(Caracois-L)

6 comentários:

Andreia disse...

Não te fosse dar um Abc também, o metro teve misericórdia, agora imagina uma conversa semelhante mas no café, onde a empregada me diz que a pirúla lhe causou uma úrsula. Fiquei sem reacção.
A minha vontade era atirar-me po chão, mas ela tava tão convicta que tinha dito 2 palavras sofisticadas numa só frase, e então só consegui dizer que sim com a cabeça.

banilda disse...

Epah desde cabo de mim...mas tou aver k n fui a única a passar por situação estranha no metro...mas na minha eram 3 ciganos ou monhés...ainda n percebi até agr!!

ADEK disse...

LOLOL! Aparecem muitas senhoras dessas no hospital XD

caracois disse...

Andreia: havia mais... eu é q ja nao me lembrava da sequencia todo qd cheguei a casa!

Banilda: a tua história dos ciganos tá linda!!! E a banda sonora entao...

ADEK: eu sei!

Mab disse...

Eh pah...fantástico como é que tu consegues prestar atenção numa conversa dessas sem te partires a rir...eu, ou me distraia com alguma coisa ou corria o risco de levar com a mala de alguma delas pela cabeça...

caracois disse...

Mab: acho q tive momentos em q me limitei a ficar a olhar para a frente sem pestanejar.....