domingo, 20 de setembro de 2009

uma coisinha mais extensa para variar

Quarto e último dia do curso de emergência. Aquele que eu achava que ia ser aqui ao lado, no parque das nações, mas que afinal era nas Caldas da Rainha! Que remédio… lá fui e vim durante 4 dias! Dias intensos e longos, divertidos é certo, mas que me de davam a sensação que tinha levado uma tareia cada vez que chegava à minha cama.
Então, hoje, Domingo, o meu despertador tocou as 6h30 para o último dia. Pois é, para quem ainda tinha dúvidas acerca da malvadez do autor da minha biografia, cá está a confirmação: Domingo e o meu despertador tocou as 6h30 da manhã!!!!
Continuemos! Ele tocou, mas eu achei que me fazia falta mais 10 minutinhos de sono. Que a uma hora destas, e volto a referir, num Domingo, qualquer segundo na cama vale ouro! E então lá peguei no telemóvel para adiantar os tais preciosos 10 minutos no despertador…
Mas não foi nada disso que aconteceu…
E aqui começa mais uma das minhas loucas epopeias!

Acordo de repente. Olho para o relógio. São 7h07…
Foda-se! Já devia estar a sair de casa!!
Na minha mão direita jaz um telemóvel com um sms por enviar que dizia hjppprtm… foi isto que o meu corpo fez quando o meu cérebro lhe mandou adiantar o despertador?? Mão direita de castigo!
Meio azamboada, tomo um duche rápido, visto-me e agarro na mala para sair… E nesse momento surge-me um suor repentino, sinto uma pressão abdominal e olho apavorada para a porta da casa-de-banho… Intestino de castigo!
Problema intestinal resolvido, saio a correr! O caminho até ao ponto de encontro do grupo do curso, que foi feito nos outros dias em 35 minutos, tinha que ser feito hoje em 17minutos! Solução lógica: Táxi! Chego à praça de táxis mais próxima. Não há táxis de momento. Apenas um jovem visivelmente alcoolizado. Chega então um táxi. O bêbedo pergunta se quero dividir o táxi com ele. Digo rapidamente que não. Conversa rápida e ele até vai para o mesmo lado, não aparecem mais táxis, estou super atrasada… aceito! Conversa de ocasião, ele diz que já chegou ao seu destino, o taxímetro mostra 3,5 euros, o bêbedo estica-me uma nota de 5 e diz que não quer o troco, sai do táxi, e o taxista olha para mim com uns olhos estranhos…
Sim… senti-me uma daquelas meninas que faz companhia por encomenda. O taxista também deve ter pensado o mesmo… Mas pelo menos, tive metade da viagem paga!
O resto do dia passou. Curso acabado e com resultados positivos! Almoçarada de grupo até as 17 horas! Pazes feitas com a minha mão direita e com a minha tripinha. Estamos as três a partilhar um fantástico gelado com doce de cereja!
Hum... afinal a vida não me corre assim tão mal…
(Caracois-L)

3 comentários:

ADEK disse...

OH! Quando no final acaba tudo bem vale a pena, right?:P (Aposto que o gelado valeu por tudo o resto...sabe bem qd o melhor fica para o fim:D)*

banilda disse...

Sua cagona em tds os sentidos...!!!!

. disse...

"Na minha mão direita jaz um telemóvel com um sms por enviar que dizia hjppprtm… foi isto que o meu corpo fez quando o meu cérebro lhe mandou adiantar o despertador?? Mão direita de castigo!"

Me acabei de rir com esse trecho, muito bom! Sei bem como é isso. Esses 10 minutinhos voam. Se durante a semana já é complicado levantar cedo da cama, imagina num domingo! Gostei muito do texto!

Um abraço!