domingo, 26 de julho de 2009

desabafo de um fim de férias

Depois de duas semanas e meia de férias, comecei a trabalhar Sábado às 8 horas. Só saí às 15 horas, pelo que perdi a etapa do Tour da confirmação da vitória do Contador (és o Maior). Voltei para casa perdida de sono, porque mesmo sem ter saído do País durante as férias, consegui mudar-me para o fuso horário das Honduras e tinha passado a noite toda acordada. Cheguei a casa e dormi profundamente até às 21 horas. Dormi, mas dormi a sério, com direito a baba, roncos e certamente muitas outras coisas das quais não me apercebi porque dormia profundamente. Tinha um jantar de amigos combinado para a hora de jantar, ao qual só cheguei perto das 23 horas, após uma viagem alucinante de táxi, com um taxista descompensado que se perdeu 3 vezes e dizia palavrões em várias línguas. Lá jantei uns belos pipis, uns belos camarões e um belo bacalhau no forno, sublinhe-se. Saímos, fomos barrados em duas discotecas e acabamos no sítio do costume. Cheguei a casa hoje, Domingo, já de manhã. Dormi o dia inteiro. Hoje entro às 23 horas e só saio amanhã às 15 horas. Pelas minhas contas, devo mudar-me durante esta noite para o fuso horário das Ilhas Seychelles.
Estava tão bem de férias…
(Caracois-L)

1 comentário:

Andreia disse...

é o chamado "vá pr'a fora, cá dentro"