segunda-feira, 20 de julho de 2009

o regresso

Aaaaah! E lá vinha eu “muita solta”, sorridente, descontraidíssima depois do retiro espiritual…
Epa… nem foi retiro nenhum, só mudei de sítio… do espiritual então só tive uma breve amostra, quando a nônô decidiu comentar as últimas do pregador, mas isso são outras andanças!
Resumindo: o rabudo sorriu-me três vezes mas eu virei-lhe a cara, escorreguei numa casca de banana enquanto via o Disney Channel, dei mergulhos nas Cataratas e apanhei sol e vento ao mesmo tempo, tive constantemente vontade de ir à Dinamarca, encontrei a minha consciência mas desisti de carregá-la porque já pesava 5 toneladas, meti-a de castigo ao pé da neura, e então acharam que eu devia carregar a dos outros… enfim…
Sim, não faz sentido, está tudo em código, mas pelo menos desabafei sobre tudo o que me perturba…
Ah!... mas diverti-me, matei saudades de algumas pessoas, fui a petiscadas à antiga e o melhor: a mana (finalmente) percebeu o quanto vale…
Já não é mau…
(Caracois-L)

1 comentário:

Andreia disse...

So percebi a parte da dinamarca, mas tendo em conta o que isso já vale, sinto-me abençoada por nao entender o resto.
Ignorance is Bliss